quarta-feira, 13 de maio de 2015

Panna cotta de baunilha com calda de café caramelo



A receita de hoje é uma maravilha.
Gosto da simplicidade deste pudim com a sua brancura brilhante consegue conquistar até o  palato mais exigente.
A panna cotta só por si já é uma excelente sobremesa, acompanhada desta calda, resulta  num doce pecado.
A opinião do guloso oficial cá de casa foi que com chocolate ficava muito melhor, ou não fosse ele chocolatra assumido.
Experimentem, vão gostar com toda a certeza.

Continuação de boa semana.




Ingredientes (rendeu 4 doses)

Panna cotta

320 ml de natas (para bater)
180 ml de leite
60 g de açucar
1/2 colher - chá- de extracto de baunilha (ou 1 colher de sopa de açucar baunilhado)
4 folhas de gelatina incolor (2 g cada)

Calda

120 g de açucar amarelo
2 colheres -sopa- de água
80 ml de natas (para bater)
1 colher - sobremesa- de café solúvel
20 g de manteiga com sal


Hidrate as folhas de gelatina em água fria cerca de 10 minutos para começar a fazer a panna cotta. Leve a lume brando as natas, o leite, o açucar e o extracto de baunilha.
Mexa de vez em quando e deixe aquecer bem sem ferver.
Retire do lume.
Esprema bem a gelatina já hidratada e junte-a ao pudim, mexa bem para que se derreta e fique bem incorporada.
Divida pelas formas. Deixe arrefecer e guarde no frigorífico pelo menos 3 horas até solidificar.



Para a calda leve ao lume o açucar com a água e deixe ferver, sem mexer, até o acuçar estar todo derretido e com uma cor de mel.
Retire do lume e coloque o tacho numa superfície fria.
Aqueça as natas 30 segundos no micoroondas.
Junte as natas ao caramelo, mexa bem até as natas estarem bem incorporadas no caramelo. Junte o café e leve de novo ao lume 1 ou 2 minutos mexendo sempre.
Retire do lume, junte a manteiga e mexa até ter derretido.
Deixe arrefecer por completo ou sirva ainda morna.

Desenforme os pudins para os pratos de servir e regue com a calda fria ou ainda morna.



Notas:
Simples mais simples não há.
Se quiser simplificar sirva com uma compota ´de compra, com um topping de chocolate, ou de morango ou só regada com caramelo.
Esta calda é óptima para servir com um gelado de natas ou de baunilha.