quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Molotof







Está na hora de gastar as claras que estão congeladas para daqui a uns dias haver lugar para outras.
Há muitas maneiras de aproveitar as claras. Escolhi uma das maneiras mais simples, um delicioso molotof.
Mesmo simples sem doce de ovos vestido a preceito fica bem em qualquer mesa natalícia.
Podem usar uma forma grande ou várias pequenas como já uma vez publiquei aqui. Ficam super mimosos cozidos em formas de papel e nesta época há formas lindas, só têm de ter atenção se vedam o caramelo.


Ingredientes (uma forma grande com chaminé ou 10 pequenas de papel)

10 claras
1 pitada de sal
160 g de açúcar ( ou 10 colheres de sopa)
caramelo líquido q.b. (cerca de 10 colheres de sopa para o pudim e mais para caramelizar a forma)

Decoração
Caramelo líquido
Groselhas

Pré aqueça o forno a 180 º

Caramelize uma forma de chaminé e reserve.

Bata as claras com a pitada de sal, quando começarem a fazer espuma vá juntando colheradas de açúcar e continue a bater até o açúcar se dissolver. Repita até esgotar o açúcar.
Por fim adicione o caramelo líquido e continue a bater. O merengue deve ficar firme e ter uma cor de café com leite.
Espalhe o merengue pela forma, bata com esta ligeiramente na bancada e leve a cozer durante 20 a 25 minutos no forno a 180º ou até verificar que o merengue tem uma cor dourada.
Deixe arrefecer no forno.
Desenforme para o prato de servir, decore e sirva com caramelo líquido.
 



Notas: Notas???
Não há!
Simples mais simples não há, mas tiverem alguma dúvida já sabem onde me encontrar.

















sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Pudim de abóbora

pudim de abobora


pudim de abobora


pudim de abobora

E pronto!
Chegámos à época natalícia.
As lojas já estão há algum tempo em clima de Natal, as ruas já estão iluminadas, as casas já estão mais enfeitadas e iluminadas, as compras já estão feitas ou pelo menos pensadas, a ementa vai estando orientada. Não tarda nada lá vem o frenesim da véspera da consoada.
Aqui também se dá início às sugestões natalícias.   
Começo com uma receita super simples e deliciosa. Um pudim de abóbora.
A receita é da Joana Roque, só fiz uma ou duas alterações.


Ingredientes
500g de abóbora limpa e cortada
1 pitada de sal
50g de coco ralado
1 pau de canela
1 casca de limão
300g de açúcar mascavado (ou normal)
4 ovos tamanho L
1 colher de farinha sem fermento
50ml de azeite 
raspa de limão
caramelo liquido

Caramelo
 120g de açúcar branco
20 ml de água
Gotas de limão

Decoração
Pérolas de açúcar
Groselhas
Açúcar em pó


Leve a abóbora a cozer em água temperada com a pitada de sal, o pau de canela e a casca de limão.
Depois de cozida deixe-a escorrer bem e reduza-a a puré. Coloque numa taça grande e reserve.

Enquanto a abóbora coze faça o caramelo.
Coloque o açúcar numa panela pequena, deite a água de maneira a molhar o açúcar, junte 3 ou 4 gotas de limão. Abane a panela e leve a lume brando até o açúcar derreter e formar caramelo.

Espalhe o caramelo pela forma de maneira que fique toda caramelizada e reserve algum para regar o pudim depois de feito.

Numa taça misture o açúcar, o coco, a farinha e junte a mistura ao puré de abóbora. Mexa bem de maneira que fique tudo misturado. Junte os ovos levemente batidos, a raspa do limão e o azeite. Misture bem para que todos os ingredientes fiquem incorporados.
Deite o creme na forma caramelizada. Tape a forma com a tampa ou com papel de alumínio ou vegetal.
Coloque a forma na panela de pressão com água até metade da altura da forma.
Tape a panela de pressão e leve a cozer em lume médio 30 minutos, depois da panela levantar pressão.
Depois desse tempo desligue o lume, deixe a panela arrefecer e libertar toda a pressão.
Retire a forma e coloque-a no frigorífico durante umas horas, de preferência durante uma noite para que o pudim arrefeça completamente.
Desenforme depois para o prato de servir, regue com mais caramelo.
Decore com pérolas de açúcar e groselhas lavadas e secas. Polvilhe as groselhas com açúcar em pó e está pronto a deliciar quem o provar.

pudim de abobora


Notas: Usei abóbora manteiga mas fica bem com outra qualquer.
Pode fazer o caramelo directamente na forma.
Se não quiser cozer o pudim na panela de pressão, coloque um tabuleiro com água até metade da forma, tape a forma e leve a cozer em forno pré aquecido a 180º  durante 50 a 60 minutos.

pudim de abobora


pudim de abobora


pudim de abobora


pudim de abobora


pudim de abobora


pudim de abobora