sábado, 13 de junho de 2015

Pampilhos de Santarém



A receita de hoje é de uns bolos que eu adoro.
Bolo típico de Santarém em homenagem aos campinos.
Se não conhecem façam uma pesquisa pela net que vão encontrar a história destes bolos.
Já há bastante tempo que andava para fazer e depois de ver a receita da simpática Paula no blog Sugar Bites  decidi que estava na hora, até porque o tempo por aqui continua fresco e o forno ainda pode ser ligado.
Não ficaram perfeitos, mas ficaram muito, muito bons.
Tostados, macios na base e mais duros no topo tal como gosto.



Ingredientes (rendeu 9 bolos)

Ingredientes

Massa
130 g de açucar
130 g de margarina
1 ovo
300 g de farinha (usei mais 50 g)


Doce de ovos
70 ml de água
130 g de açucar
5 gemas


Canela para polvilhar
1 gema para pincelar



Para a massa amoleça a margarina, sem a derreter.
Bata a margarina, com o açucar até obter um creme fofo.
Junte o ovo e continue a bater.
Junte a farinha a pouco e pouco e bata numa velocidade baixa, até a farinha estar bem incorporada na massa.
Depois da farinha bem incorporada na massa bata mais uns minutos em velocidade alta, ou passe a massa para uma bancada enfarinhada  e  trabalhe-a um pouco até não se colar às mãos.
Tape a massa e deixe descansar 30 minutos no frigorífico.


Para o doce de ovos leve a água com o açucar ao lume, deixe o açucar derreter bem e fazer uma calda fraca.
Numa tigela bata ligeiramente com um garfo as gemas.
Passe-as por um passador de rede.
Junte em fio a calda de açucar às gemas mexendo sempre com um garfo ou batedor de varas.
Leve ao lume mexendo sempre, até as gemas cozerem e o creme espessar.
Retire do lume e reserve.


Pré aqueça o forno a 200 º
Forre um tabuleiro com tapete de silicone ou papel vegetal.

Corte uma folha de papel vegetal e coloque na sua bancada de trabalho.
Estenda a massa com o rolo enfarinhado deixando-a com uma espessura de mais ou menos 4 mm e corte rectângulos com a ajuda de uma faca, com cerca de 15x10 cm.
Em metade do rectângulo espalhe uma porção de doce de ovos, polvilhe com canela e enrole como se estivesse a enrolar uma torta.
Use a ajuda do papel vegetal para enrolar os bolos.
Coloque os bolos no tabuleiro, pincele com gema batida e leve a cozer 10/15 minutos.
Cozi 10 minutos e os últimos 5 foram para tostar os bolos.
Retire do forno e deixe arrefecer.
Desenforme com a ajuda de uma espátula.








Notas: A receita original leva 300 g de farinha.
Depois de misturar a farinha, amassei à mão e achei que a massa colava muito às mãos, por isso fui acrescentando mais farinha a pouco até deixar de colar às mãos.
Se fizer a receita, comece com os 300 g de farinha, se necessário acrescente mais a pouco e pouco.
Como sou um desastre a cortar coisas direitas, usei a tampa de uma caixa de plástico como forma para fazer os rectângulos todos iguais.
Os bolos quando saem do forno podem parecer ainda crus. Como todos os biscoitos, estes também endurecem depois de frios.
Aconselho a aumentar um pouco os ingredientes do doce de ovos.
Pensei que só conseguia fazer 6 bolos, depois vi que dava para mais 3 e estes últimos ficaram com pouco doce de ovos.





~