sábado, 24 de janeiro de 2015

Pastéis de feijão



Pastéis de feijão.
Uns bolos tão simples e tão bons.
Estes bolos trazem-me doces recordações.
Não havia festa, almoço, lanche ou jantar em que não estivessem na mesa da minha sogra,
Mais tarde passaram a fazer parte da minha mesa e da minha cunhada.
Sempre que a minha sogra ia a casa de um dos filhos, lá vinha a caixa com os pastéis de feijão.

Muito fáceis de fazer e mais fáceis ainda de comer.



Ingredientes (rendeu 28 pastéis)

Massa:
200 g de farinha
30 g de manteiga - temperatura ambiente
100 ml de água (+-)
1 pitada de sal

Recheio:
500 g de açucar
150 g de puré de feijão branco
100 g de amêndoa ralada
10 gemas
2 ovos
1 colher - sopa- de manteiga
água qb

Açucar em pó para polvilhar

Comece por preparar a massa.
Deite a farinha e o sal numa tigela, abra uma cavidade no meio da farinha e junte a manteiga cortada em pedaços pequenos.
Com as pontas dos dedos vá misturando a farinha com a manteiga.
Aos poucos e poucos vá acrescentando a água até obter uma  massa lisa e maleável.
Forme uma bola e trabalhe a massa na bancada até que se torne elástica sem partir.
Embrulhe em película aderente e reserve no frigorífico até usar.

Unte e polvilhe 24 formas de pastéis.
Pré aqueça o forno a 200º


Recheio:
Coloque o açucar numa panela, cubra com água e leve ao lume até obter ponto assoprado.
Retire do lume e deixe arrefecer.

Numa tigela junte o puré de feijão, a amêndoa, os ovos e as gemas.
Misture e mexa bem para que todos os ingredientes fiquem bem ligados.
Junte a calda de açucar e volte a misturar bem para que fique uma massa bem ligada.

Estenda a massa com uma espessura muito fina, corte em círculos e forre as formas.
Pressione bem a massa para que as formas fiquem bem forradas.
Encha as formas com o recheio e corte as sobras da massa.
Polvilhe cada pastel com açucar em pó e leve ao forno cerca de 25 minutos, ou até achar que a massa está dourada e os pastéis ganharam crosta.

Deixe arrefecer um pouco, desenforme e coloque numa rede para arrefecerem.


Notas:
Se triturar o feijão com a varinha, passe o puré por um coador para evitar que fiquem peles. O ideal é ser passado com o passe vite.
Esta massa é muito fácil de trabalhar e não precisei de polvilhar a bancada com farinha.
Pode não ser necessário usar toda a quantidade de água, vá controlando e veja a elasticidade da massa.
Quando estender a massa verifique se ela não rompe, é importante que fique muito fina mas sem falhas.
As minhas formas são pequenas, penso que formas maiores deve render 24 pastéis.