quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Pudim de abóbora sem açúcar

pudim de abobora sem acucar


sem acucar gluten free

Houve alguém que recebeu como herança, parte de uma abóbora.
Como não sabia muito bem o que fazer com ela, deu-ma para as minhas experiências.
Continuando eu numa busca de sabores que satisfaçam quem prova e que não sejam tão nefastos para a saúde, olhei para o bocado da abóbora e tive a visão deste pudim.
Até agora nesta busca ainda não introduzi adoçantes. Tenho conseguido um sabor agradável com os frutos usados.

Acredito que fazer uma receita com um adoçante seja bem mais fácil do que chegar a um resultado satisfatório em termos de sabor e textura só com a combinação de fruta.

 Este é um pudim mais saudável do que todos os outros que publiquei até hoje.
É um pudim vegano.
Sem glúten, sem lactose e sem açúcar; é portanto um pudim indicado para quem está um pouco limitado pelas intolerâncias alimentares.
A opinião deste pudim não foi unânime.
Houve quem gostasse, houve quem não apreciasse muito.
Para mim não é o pudim de que mais gostei, mas achei-o bastante bom e que sacia quem quer comer um doce e não pode.
Usei bananas e damascos secos para adoçar. O resultado foi um doce bastante suave e satisfatório.
A abóbora, o leite de arroz e a batata doce deram-lhe uma textura húmida e agradável.



Ingredientes (forma de bolo inglês 24cm x 11cm)

780 g de abóbora descascada
260 g de batata doce descascada (2 batatas grandes)
2 paus de canela
1 casca de limão
250 g de damasco secos e sem caroço
2 bananas da Madeira
300 ml de leite de arroz

Corte a abóbora e as batatas doces em pedaços pequenos e leve a cozer em água a ferve temperada com sal. Junte os paus de canela e a casca de limão.
Depois da abóbora e a batata estarem cozidas, retire a casca de limão e os paus de canela, deite a abóbora e as batatas para um coador e deixe que percam toda a água.
Coloque os damascos numa taça com água fria para que hidratem.

Prepare um tabuleiro com água para o banho maria.
Pré aqueça o forno a 200º

Pincele a forma que vai usar com creme vegetal.

No seu processador de alimentos ou no liquidificador coloque a abóbora e as batatas e reduza a puré.
Junte os damascos escorridos e hidratados, pulverize uns segundos até estarem triturados, junte as bananas descascadas e reduza a puré.
Pelo bocal do  processador junte o leite e deixe triturar mais uns segundos até estar tudo bem misturado.
Deite o preparado na forma e leve a cozer em banho maria 1h.
Passado esse tempo baixe a temperatura para 180º e deixe cozer mais 30 minutos, ou até achar que está cozido.
Deixe arrefecer um pouco e retire do forno.
Depois de estar totalmente frio guarde no frigorífico algumas horas, de preferência uma noite antes de desenformar.
Para desenformar melhor, passe a ponta de uma faca a toda a volta de forma.
Decore a gosto e sirva acompanhado de mel para o caso de alguém querer um pudim mais doce.

pudim de abobora

Notas: Cuidado ao cortar a casca de limão. Corte só vidrado, pois a parte branca da casca é bastante ácida e vai dar acidez ao pudim se a usar.
Este pudim fica bastante húmido, vai saber que está no ponto, quando a parte de cima estiver dourada.
vegano sem acucar


pudim sem acucar




pudim vegano


vegano


vegano sem acucar


gluten free


pudim sem acucar


gluten free