segunda-feira, 18 de abril de 2016

Petits pots de crème au caramel

creme de caramelo

pudim caseiro de caramelo
Já se devem ter apercebido que sou uma apaixonada pela pastelaria francesa.
Aqui está mais um clássico.
Um pudim de caramelo, cheio de sabor que faz as delicias dos amantes de caramelo.
Há várias receitas deste pudim, esta é a que faço habitualmente.




Ingredientes (5 unidades)

200 g de açúcar
80 ml de água
200 ml de natas (para bater)
200 ml de leite
8 gemas
1 colher -chá- de extracto de baunilha

Caramelo líquido para barrar


Deite o açúcar num tacho, regue com a água, agite o tacho de maneira que todo o açúcar fique húmido, leve a lume médio até o açúcar derreter e fazer um caramelo ligeiro com uma cor âmbar. Retire do lume, e coloque o tacho, por exemplo em cima de uma tábua de cozinha. Não o coloque na pedra da sua bancada.
Entretanto bata as natas ligeiramente com um garfo, ou uma vara de arames, até que se deslacem por completo.
Quando o caramelo estiver feito, com muito cuidado, e mexendo sempre junte as natas.
Mexa bem até as natas se diluírem no caramelo. Junte o leite e leve ao lume, mexendo de vez em quando. Depois de ferver, baixe o lume para o mínimo e deixe ferver durante 5 a 10 minutos, para a redução do leite; tendo o cuidado de ir mexer de vez em quando para evitar que o creme transborde do tacho.
Retire do lume, deixe arrefecer um pouco.

Entretanto pré aqueça o forno a 200 º. prepare água e um tabuleiro para o banho maria.
Coloque caramelo líquido no fundo das suas taças e reserve.

Bata ligeiramente, com uma vara de arames as gemas com o extracto de baunilha e junte o creme de caramelo em fio, mexendo sempre para evitar que as gemas cozam.
Se a mistura tiver espuma retire-a com uma escumadeira.
Coloque o creme nas taças, reduza a temperatura do forno para 180º e leve a cozer em banho maria, com água até meio das taças durante 40 a 50 minutos, ou até achar que a superfície dos pudins está firme.
Desligue o forno e deixe os pudins arrefecerem dentro do forno e do banho maria.
Leve ao frigorífico durante umas horas, de preferência uma noite.
Sirva gelado e acompanhado com flor de sal ou sal marinho para quem, como eu gostar de caramelo salgado.

petits pots de creme au caramel


Notas: Depois do caramelo feito, não deve colocar o tacho sob uma superfície fria para que ao juntar as natas não se forme um caramelo duro.
Juntar as natas ao caramelo quente, é bastante perigoso. A mistura vai provocar grandes salpicos e o perigo de queimaduras é enorme. Se quiser evitar isso, depois de bater as natas ligeiramente
aqueça-as uns segundos no microondas.   
O tempo de fervura das natas, leite e caramelo é o que vai fazer o sucesso do seu pudim. Quanto maior for o tempo de redução do leite, mais saboroso vai ficar.
Se depois de juntar as natas se formar um caramelo rijo, não se preocupe, assim que juntar o leite e deixar reduzir, o caramelo vai-se desfazer.
Se não tiver extracto de baunilha, pode usar uma colher de sobremesa de açúcar baunilhado.
As taças que usar têm de ser resistentes ao calor.
A camada superior do pudim, vai ficar com um tom castanho tipo chocolate, é mesmo assim.

petits pots de creme au caramel


pudim  de caramelo caseiro


creme au caramel


creme de caramelo


pudim caseiro de caramelo



pudim caseiro de caramelo


pudim de caramelo



pudim caseiro de caramelo