segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Patas de veado

 patas de veado


patas de veado

Hoje a receita é cheia de memórias da minha infância.
Recordo-me de entrar nas pastelarias e este bolo chamar por mim. Que bem que me sabia. Um pão de ló fofo e suculento. Hoje em dia não me sabem tão bem estas patas, acho o pão de ló mais seco.
No Natal recebi o livro "Uma pastelaria em casa" da Rita Nascimento. Quando desfolhei o livro esta receita saltou-me à vista. Tinha de experimentar. E que boas que são. Maravilhosas.
Ficam tão boas que quase não davam para fotografar. Aliás as fotos não têm grande qualidade, foram tiradas à pressa e a luz não era a melhor, mesmo assim não quis deixar de registar esta receita porque vale bem a pena.

Receita do livro "Uma pastelaria em casa" da Rita Nascimento.

Ingredientes ( 5 unidades)

Bolo
3 ovos L
100 g de açúcar
75 g de farinha sem fermento.


Creme de ovos
200 g de açúcar
100 ml de água
7 gemas
6 g de amido de milho
12 g de manteiga fria


Açúcar, coco e canela em pó para polvilhar


Comece por preparar o creme de ovos para que arrefeça completamente
Coloque o açúcar e a água num tacho, mexa com uma colher para que fiquem bem misturados. Leve ao lume até atingir ponte pérola (107º). Retire do lume e deixe arrefecer 5 ou 10 minutos.
Passe as gemas por um passador de rede fino e bata-as com o amido de milho de maneira que não fiquem com grumos.
Deite a calda morna em fio na mistura das gemas mexa bem e deite de novo no tacho.
Leve a lume muito brando mexendo sempre até o creme espessar.
Deixe ferver 1 ou 2 minutos.
Retire do lume e incorpore a manteiga fria cortada em pedaços, continue a mexer para que se incorpore.
Deite numa taça, tape com  película aderente colada à superfície do creme e deite arrefecer completamente no frigorífico.  

Para o bolo unte e forre com papel vegetal um tabuleiro grande. Usei o do forno. Forre com papel vegetal e unte-o também.

Pré aqueça o forno a 180º.

Bata os ovos com o açúcar cerca de 5 minutos até triplicarem de volume e obter um creme esbranquiçado.
Misture com delicadeza e em duas ou três adições a farinha peneirada. Envolva bem de maneira que a farinha fique incorporada no creme, mas este não perca o volume.
Deite a massa no tabuleiro espalhe uniformemente e leve a cozer 8 a 10 minutos ou até a massa ficar dourada. Faça o teste com o palito.
Assim que estiver cozido desenforme para cima de um pano limpo polvilhado com açúcar. Retire com cuidado o papel vegetal e enrole em forma de torta, com o pano por dentro como se fosse o recheio. Deixe arrefecer.

Depois de arrefecer, desenrole a torta do pano. Espalhe o creme de ovos numa camada uniforme, deixando uma margem de 1-2 cm para o creme não transbordar. Volte a enrolar aconchegando bem.
Leve ao frigorífico cerca de 15 minutos.
Passado esse tempo corte a torta em 3 partes iguais e depois a meio de cada pedaço na diagonal.
Com cuidado barre o topo e as laterais dos bolos com mais creme de ovos. Passe as laterais por coco ralado e no topo trace um risco de canela.
Sirva, delicie-se ou conserve no frigorífico.

patas de veado



Nota: A receita indica 6 unidades a mim rendeu 5.
Não cortei a torta em 3 partes, achei que os bolos iam ficar pequenos. Medi mais ou menos e cortei as 5 patas.
A torta ao ser enrolada quente não vai rachar, por isso convém não enrola-la assim que sair do forno.
Atinge o ponte pérola quando o fio que corre da colher for espesso e ficar uma gota suspensa na extremidade atingiu o ponto para quem tem termómetro a temperatura é 107º- 108º.

patas de veado


patas de veado


patas de veado


patas de veado


patas de veado


patas de veado