sábado, 14 de fevereiro de 2015

Bolo de amêndoa e creme de frutos vermelhos




Este fim de semana é o fim de semana do amor e do Carnaval.
Ame , brinque, divirta-se... VIVA!!!!  Não só hoje, mas todos os dias.
Namore muito com a vida.
Espero que gostem da sugestão que hoje vos deixo.
Um bolo de amêndoa com creme de frutos vermelhos, ou para ser mais chique com curd de frutos vermelhos.
Ficou uma combinação perfeita.
Bom fim de semana.




Ingredientes

Bolo
4 ovos XL
220 g de açucar
120 ml de leite com 2 colheres de sopa de sumo de limão (buttermilk)
100 g de farinha
125 g de amêndoa moída em pó
1 colher -chá- de fermento em pó

Recheio e cobertura
1 ovo
90 g de açucar
1 colher-sobremesa- de açucar baunilhado
140 g de frutos vermelhos
200 ml de natas
1 colher- sobremesa- de amido de milho
1 folha de gelatina incolor

Decoração
Framboesas e bombons de chocolate

Comece por untar e polvilhar 2 formas sem buraco de 16 cm

Pré aqueça o forno a 180º

Prepare o buttermilk, junte o sumo de limão ao leite e deixe repousar cerca de 10 minutos ou até o leite talhar.

Para o bolo numa taça misture a farinha, o fermento, a amêndoa e reserve.
Separe as claras das gemas e bata as claras em castelo e reserve.
Numa tigela junte as gemas com o açucar e bata até obter uma gemada fofa.
Junte o leite talhado, misture bem e bata uns segundos.
Com uma espátula adicione a pouco e pouco as claras em castelo, alternando com a mistura dos secos.
Envolva tudo muito bem em movimentos suaves de baixo para cima até os ingredientes estarem bem misturados.
Divida a massa em partes iguais pelas duas formas, bata levemente com a forma na bancada para que as bolhas de ar que se possam ter formado na massa saiam e leve ao forno 25 a 30 minutos ou até os bolos estarem cozidos (teste com o palito no meio da forma).
Deixe arrefecer um pouco, desenforme e coloque sobre uma rede até estarem completamente frios.


Creme
Hidrate a folha de gelatina em água fria durante cerca de 10 minutos.
Num tacho coloque o ovo, os açucares e o amido de milho.
Bata bem com uma vara de arames até obter um creme homogéneo,
Junte os frutos vermelhos e 50 ml de natas (reserve o resto no frigorífico).
Leve o tacho ao lume, em lume médio mexendo sempre até ferver e o creme espessar um pouco.
Junte a manteiga e mexa bem.
Retire do lume, esprema bem a folha de gelatina e junte ao creme mexa vigorosamente para que se misture bem no creme.
Se não quer encontrar as grainhas dos frutos vermelhos, triture com a varinha mágica, ou coloque no copo liquidificador de maneira a obter um creme liso.
Reserve numa tigela, deixe arrefecer e guarde no frigorífico até usar.

Depois do creme bem frio, bata as restantes natas bem geladas em chantilly, junte ao creme dos frutos vermelhos envolvendo bem sem bater. Reserve no frigorífico até usar.

Montagem do bolo
Depois de bem frios, corte os dois bolos no sentido horizontal.
Coloque o 1º disco de bolo no prato de servir e barre com o creme de frutos, repita até cobrir a última parte do bolo.
Com a ajuda de uma espátula barre as partes laterais do bolo e alise o topo.
Limpe bem o prato se o sujou com creme e leve ao frigorífico algumas horas, o indicado é ficar a noite toda.
Antes de servir retire do frio uns minutos antes e decore a gosto.



Notas:
Quando desenformar os bolos e os colocar na rede, coloque-os de "cabeça para baixo" para eles ficarem planos e não arredondados no topo.
Pode não usar a amêndoa em pó, pode substitui-la por farinha, mas atenção que o bolo pode ficar mais seco.
Gosto de usar amêndoa em substituição de uma parte da farinha, os bolos ficam com uma textura mais húmida.
A amêndoa, devido ao alto teor de gordura pode ficar rançosa, por isso, se a comprar já moída deve ter atenção ao prazo de validade.
Usei uma mistura de mirtilos e amoras congelados, pode usar frescos, nomeadamente morangos.
O creme deve repousar no frigorífico algum tempo antes de barrar o bolo para ficar com alguma consistência. Deixei 2 horas.
O bolo fica melhor se for consumido no dia a seguir à sua confecção. Deve ficar pelo menos uma noite no frigorífico. Quanto mais tempo passa, melhor o bolo fica.
Pode usar manteiga derretida, natas, ou até óleo vegetal em substituição do buttermilk. Eu prefiro usar o leite talhado, por não ter tanta gordura e dar a textura húmida ao bolo que eu tanto gosto.
Ao juntar a mistura da farinha e amêndoa use uma peneira e vá peneirando cada porção de secos que junta ao creme. Assim evita que se formem grumos.
Para evitar que o prato onde colocou o bolo fique muito sujo de creme enquanto o decora, eu uso um truque.
Corto um quadrado de papel vegetal  com tamanho em que possa desenhar um círculo do diâmetro da base do bolo, uso a forma onde cozi o bolo como molde. Corto esse círculo e coloco o papel vegetal no prato de servir antes de colocar o bolo. Depois é só colocar o bolo no círculo sem papel, decorar, levar ao frigorífico e antes de servir rasgar o papel. Assim o prato fica limpo.
Claro que se tiver um suporte giratório para decorar bolos, tudo é mais fácil. Basta passar o bolo do suporte para o prato de servir.