quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Bolo de veludo castanho ou red velvet falso com creme de queijo

bolo falso veludo


Este bolo era suposto ter saído vermelho daí eu o ter baptizado assim.
Queria fazer o famoso red velvet, um bolo típico dos americanos.
Conta a história que apareceu na altura da Grande Depressão. Com o racionamento dos mantimentos os pasteleiros começaram a usar a beterraba em substituição do açucar, acrescido a isso a massa ficava completamente diferente de todas as outras. Uma massa húmida, com uma cor vermelha linda.
O sucesso foi tanto que a fama do bolo se espalhou mundialmente.
Hoje em dia é feito com corante alimentar.
Como sou avessa a corantes e não consigo gostar de beterraba resolvi fazer com puré de frutos vermelhos.
A textura húmida e aveludada consegui, a cor é que nem de longe nem de perto.
Mesmo assim, vai ser um bolo repetido muitas vezes com toda a certeza.
Deixo a sugestão para o dia de S. Valentim ou outra comemoração qualquer; para comerem a dois, a 4, a 10... com o namorado, marido, amigos, filhos...



Receita adaptada deste site

Ingredientes
(chávena usada com capacidade de 250 ml)

Bolo
2 chávenas de farinha
2 colheres-sopa- de cacau
1 colher-café- de sal refinado
1 colher-chá- de bicabornato de sódio
1 colher-chá- de fermento em pó
2 chávenas de açucar
2 ovos XL
1 chávena de buttermilk
1/2 chávena de óleo vegetal
1 colher -chá- de extracto de baunilha
250 g de frutos vermelhos feitos em puré
1/2 chávena de café quente
1 colher-chá- de vinagre de sidra

Creme de queijo
250 g de queijo creme
100 g de manteiga amolecida
200 g de açucar em pó

Decoração
Creme de queijo
20 g de frutos vermelhos


Unte e polvilhe 3 formas de 18 cm de fundo amovível e forre com papel vegetal se achar necessário.

Prepare o buttermilk, coloque 2 colheres de sopa de sumo de limão numa chávena de leite e deixe repousar 10/15 minutos para o leite talhar.
Triture os frutos vermelhos, passe o puré por um passador de rede e reserve.
Prepare o café.

Numa taça misture bem a farinha, o sal, o bicabornato, o cacau e o fermento. Reserve.

Pré-aqueça o forno a 180º

Noutra tigela misture o açucar e o óleo. Junte os ovos e bata durante uns minutos.
Junte a baunilha, o buttermilk e bata uns segundos para misturar bem.
Adicione o café e o vinagre e continue a bater para misturar.
Junte o puré dos frutos vermelhos e bata até ficar um creme bem ligado.
A pouco e pouco adicione a mistura da farinha, envolvendo-a bem no creme de maneira que fique bem misturada.
Divida a massa pelas 3 formas em partes iguais (pese se achar necessário).
Leve a cozer cerca de 25 minutos, faça o teste do palito.
Deixe arrefecer um pouco, desenforme e deixe arrefecer numa rede.

Cobertura
Amoleça a manteiga uns segundos no microondas e bata-a com o queijo creme durante uns minutos.
Adicione o açucar em pó peneirado a pouco e pouco e bata em velocidade baixa até o açucar estar todo incorporado no creme.
Bata depois em velocidade alta até obter um creme esbranquiçado e fofo.
Reserve no frigorífico até usar.


Montagem
Coloque uma camada do bolo no prato de servir, espalhe uma boa dose de creme de queijo, alise com uma espátula de maneira que fique uniforme.
Repetir até à última camada do bolo.
Alise e espalhe bem a cobertura nas laterais e topo do bolo. Reserve no frigorífico.

Divida o creme que lhe restou em duas taças, uma é para colorir com o sumo dos frutos vermelhos, a outra pode reservar no frigorífico.

Faça o sumo dos frutos vermelhos.
Esmage com um garfo os frutos vermelhos e coe com um passador de rede.
Deite o sumo a pouco numa das taças do creme, misture bem e vá acrescentando o sumo até esgotar ou até ter a cor que deseja.
Mexa bem até o sumo ficar bem incorporado no creme.
Leve ao frigorífico pelo menos 30 minutos para o creme ganhar consistência.

Decoração
Coloque o creme colorido num saco de pasteleiro munido com uma boquilha frisada, espalhe o creme pelo saco, abra o saco e coloque o creme sem coloração.
Apoie o bico do saco no topo do bolo e faça pequenas espirais, com alguma distância entre si, ou cubra todo o topo do bolo se tiver creme que chegue.

Leve o bolo ao frigorífico umas horas, de preferência uma noite e retire-o do frigorífico uns 20 minutos antes de servir.
Pode servir acompanhado de framboesas.


bolo de veludo castanho ou red velvet falso com creme de queijo



Notas:
Esta receita parece trabalhosa,no entanto não é bem assim.
Penso que se houver dificuldade será no uso do saco pasteleiro, mas isso eu também estou a aprender, por isso não se acanhe.
Antes de começar a desenhar as rosas, deve tirar o ar que o saco de pasteleiro possa ter junto ao bico. Para evitar isso, aperte o saco e deite para uma taça um pouco de creme até achar que o ar saiu todo.
Deixo aqui um video que ensina a fazer rosas em degrade. A explicação é excelente.
A receita original leva duas colheres de sopa de corante, eu substituí pelo puré de frutos vermelhos.
Os frutos que usei eram congelados, para isso deixo-os a descongelar sobre papel de cozinha para a humidade ser absorvida.



bolo de veludo castanho ou red velvet falso com creme de queijo






bolo de veludo castanho ou red velvet falso com creme de queijo